Business intelligence (BI): o que é e qual a sua importância?

20
 min de leitura

O business intelligence é um importante recurso para nortear seus planos e melhorar os resultados da empresa. Neste texto, vamos mostrar tudo o que você precisa saber sobre o assunto

Business intelligence (BI): o que é e qual a sua importância?

Um dos ativos mais importantes para as empresas são os dados sobre o mercado e seus consumidores. A partir das informações coletadas, é possível definir estratégias mais eficientes e trazer resultados melhores para seus esforços. Por isso, o conceito de business intelligence — ou BI — está muito ligado ao sucesso de grandes empresas no mercado.

A inteligência de negócios é um importante processo que combina a análise empresarial, Big Data, mineração de dados, visualização de informações, ferramentas e infraestruturas de dados e práticas necessárias para tomadas de decisões melhores.

Entender o que é business intelligence é fundamental para ter uma visão mais estratégica para a empresa e reinventar a maneira como se fazem negócios no mercado.

Por ser um assunto extremamente importante para empresas de diferentes tamanhos e setores no mercado, preparamos este guia completo para você entender o que é o business intelligence, sua relevância e seus benefícios. Aproveite e boa leitura!

O que é business intelligence e para que serve?

O conceito por trás do business intelligence tem como base a ideia de que as informações podem ser a peça central para que as tomadas de decisões sejam mais alinhadas aos objetivos e tenham maior taxa de sucesso. Para isso, são utilizados um conjunto de práticas e soluções capazes de transformar dados em ativos valiosos capazes de direcionar os esforços dos times para alcançarem melhores resultados.

Dessa forma, o BI considerará as principais tendências de mercado, assim como o comportamento do público-alvo da empresa e os esforços das marcas concorrentes no segmento. Com o auxílio de dados valiosos, é possível explorar melhor o cenário onde o empreendimento está inserido e tirar proveito de oportunidades de negócio — possibilitando até mesmo testar novas estratégias, como o storytelling.

Além disso, o business intelligence também pode ser um excelente recurso para prever riscos e blindar a empresa contra determinadas situações. Dessa forma, podemos afirmar que o principal propósito do BI não são as possíveis respostas para perguntas específicas e sim a sua capacidade de gerar informações valiosas e análises profundas que podem servir como alicerce para a reinvenção da empresa no mercado.

Portanto, a iniciativa de business intelligence deve ser direcionada para a coleta, organização, tratamento e análise de dados com o intuito de fortalecer a base de informações e tomar decisões com mais racionalidade. Vale destacar que o BI não é uma tecnologia específica.

Esse conceito engloba várias ferramentas, sistemas e práticas que, quando usados em conjunto, permitem encontrar soluções inovadoras para compor o processo e maximizar os resultados obtidos. Com alto volume de dados circulando na web, podemos enxergar essas informações como fragmentos de um escopo maior.

Quando uma empresa é capaz de fazer uma análise eficiente dessas informações, é possível identificar padrões e compreender melhor o mercado, seus consumidores e seus players. Com isso, as empresas podem transformar esses dados em inteligência para, então, serem aplicados no seu dia a dia empresarial e agregar maior valor aos seus esforços.

Como ele funciona?

Tendo em mente que todo empreendimento no mercado tem perguntas e metas, o business intelligence surge como um recurso capaz de responder essas dúvidas e trazer os meios necessários para alcançar os objetivos. Por meio dos dados, é possível identificar as melhores oportunidades para alcançar as metas e maximizar os resultados

O BI acontece por meio de 4 etapas necessárias para transformar os dados brutos em insights valiosos para as operações da empresa. Confira a seguir.

1. Coleta de dados

Existe uma infinidade de dados circulando nas redes. Todas ações realizadas pelos usuários deixam um rastro virtual que pode ser coletado pelas empresas como forma de otimizar suas estratégias, como a criação de narrativas com dados. Essas informações virtuais podem ser extraídas de diferentes fontes, como redes sociais, atendimento ao consumidor ou até mesmo em lojas físicas e online da marca.

A partir da coleta, os dados são processados e armazenados em um ambiente conhecido como data warehouse. Dessa forma, os gestores podem contar com um amplo leque de informações valiosas, que podem auxiliar a empresa na criação de indicadores empresariais relevantes.

2. Análise de dados

Com a coleta e armazenamento dos dados, a próxima etapa do business intelligence envolve a análise dessas informações. Para isso, é necessário buscar por padrões e exceções que possibilitem ampliar a visão dos gestores sobre a situação atual da empresa. Com isso, temos a mineração de dados.

Ela é o processo que envolve a descoberta de informações acionáveis em grandes volumes de dados. Para isso, as ferramentas utilizadas no business intelligence permitem identificar padrões em vários tipos de modelagem de dados e trazer uma maior previsibilidade para a empresa sobre possíveis tendências e inconsistências em seu setor e adaptar suas estratégias conforme o necessário.

3. Visualização de dados

A terceira etapa do processo de business intelligence diz respeito justamente à visualização dos dados já coletados e analisados previamente. Dessa maneira, é possível trazer uma visão mais clara sobre as informações adquiridas e direcionar os esforços com mais sucesso para trazer melhores resultados à empresa.

Por isso, os dados são apresentados em documentações que oferecem boa comunicação visual, como relatórios analíticos, resumos e gráficos. Assim, a gestão e as demais equipes da empresa poderão ter um panorama amplo sobre os resultados das análises e alinhar as estratégias do empreendimento.

4. Tomada de decisão

Por último temos a tomada de decisão. A partir dos dados coletados, analisados e interpretados, é possível contar com insights valiosos para expandir as operações da empresa e alcançar um diferencial na hora de fechar negócio com seus clientes no mercado.

Contar com dados atuais e relevantes ao segmento da empresa é extremamente importante para avaliar em tempo real a atual situação do negócio no seu segmento e identificar as melhores oportunidades para alavancar seus resultados. Além disso, contar com informações precisas sobre o seu empreendimento e seu mercado é fundamental para trazer um excelente diferencial competitivo e destacar sua marca.

Qual é a importância do business intelligence?

Como temos destacado ao longo deste texto, o business intelligence traz uma visão mais ampla e em tempo real sobre o atual cenário sobre o segmento onde sua empresa está inserida. Dessa maneira, é possível identificar padrões, avaliar tendências, entender o comportamento de seu público-alvo e direcionar suas estratégias com mais eficiência.

Em um mercado cada vez mais competitivo, contar com informações relevantes sobre o seu negócio e seu nicho é crucial para destacar a sua excelência e aumentar a sua receita. Há alguns anos, a gestão dependia de uma análise manual dos dados. Ainda assim, esse processo não era muito preciso e, por isso, podia apresentar falhas ao longo do tempo.

Com o BI, o cenário se torna mais adaptável e prático para as empresas. Assim, é possível avaliar grandes volumes de dados em menor tempo e esforço e adquirir informações valiosas, relevantes e precisas sobre o negócio. O business intelligence também pode ser como um método preventivo para a empresa, ajudando a enxergar falhas e divergências.

Outro ponto que a importância do BI se destaca para as empresas é sua enorme capacidade de otimização de processos e disponibilização de parâmetros comparativos para que os setores possam compartilhar análises com mais praticidade. Além disso, o business intelligence também traz um grande diferencial competitivo às organizações.

Ao avaliar e identificar os pontos de melhoria que fazem sentido para seus consumidores, é possível trazer melhorias significativas à experiência de seu público com a empresa. Dessa forma, será possível aumentar a base de clientes por meio de um atendimento mais alinhado e uma logística mais eficiente.

Quais os benefícios do BI para diferentes setores da empresa?

Até o momento, você já viu o que é o business intelligence e para que serve. Agora, vamos apresentar os principais benefícios desse conceito e como eles podem impactar empresas de diferentes setores no mercado.

Coleta de dados

A coleta de dados é uma importante etapa do business intelligence na hora de trazer insights valiosos às empresas. Na área de saúde, esse processo pode ser ainda mais relevante. Aqui, é possível utilizar as ferramentas de BI para coletar informações dos mais variados tipos, como:

  • pacientes;
  • médicos;
  • procedimentos;
  • logística;
  • gestão administrativa do hospital.

Dessa maneira, é possível ter uma visão completa sobre os processos e elementos que envolvem os negócios da empresa. Além disso, assim também é possível contar com essas informações em um local mais acessível para analisar e desenvolver soluções mais alinhadas aos objetivos.

Informações organizadas

Esse é um benefício extremamente importante para empresas de diferentes setores. Ao organizar seus dados em um único ambiente acessível a todos os times, é possível otimizar e trazer mais praticidade à rotina de trabalho dos profissionais. Dessa maneira, será possível identificar os dados com maior velocidade e desenvolver insights valiosos para o futuro do negócio.

Além disso, ao reunir grandes volumes de dados distintos em um mesmo local, é possível dividir a coleta em categorias e favorecer a estruturação de relatórios comparativos. Assim, a análise será mais precisa, reduzindo o tempo e esforço necessário para avaliar e classificar as informações coletadas.

Armazenagem inteligente

O BI também pode ser um grande diferencial para empresas no setor de logística e e-commerces. Com dados precisos sobre o negócio, essas organizações poderão analisar com maior precisão a demanda de cada mercadoria e avaliar melhor a entrada e saída de todos seus itens.

Além disso, o business intelligence também fornece todas as informações referentes ao supply chain, assim como os pedidos feitos por clientes, status atual do estoque e pacotes em rota de entrega. Contar com esses dados traz ao gestor maior controle sobre a armazenagem de produtos. Assim, será possível traçar estratégias mais eficientes e evitar problemas com excesso ou falta de determinado item.

Simplificação de rotas

Outro enorme benefício do business intelligence no setor de logística é a sua capacidade de calcular as melhores rotas para as frotas. Existem sistemas específicos para esse tipo de função que permite um cálculo preciso e rápido para determinar o caminho mais eficiente, e gerar menores custos conforme as decisões dos gestores.

Isso significa que o sistema pode ser totalmente personalizável na hora de adaptar as melhores rotas para a empresa. Assim, o BI poderá ampliar as possibilidades de logística do negócio, trazendo resultados mais alinhados aos objetivos durante as tomadas de decisão. Com isso, é possível alavancar os resultados e aumentar o destaque do negócio no mercado.

Identificação de oportunidades

Como os dados coletados vêm de diferentes fontes, eles podem incluir informações sobre diversos aspectos que circulam a empresa, como o mercado, seus concorrentes e seu público. Por isso, o BI não é um recurso utilizado apenas para avaliar as questões internas da organização.

Com informações precisas sobre o macro ambiente da sua empresa, é possível avaliar os fatores externos que têm grandes impactos em seu empreendimento. Assim, os gestores terão uma visão ampla sobre todo o mercado e os departamentos da organização. A partir disso, é possível avaliar as oportunidades e identificar pontos de melhoria para otimizar os processos.

Melhor experiência do cliente

Com o business intelligence, é possível entender a fundo o perfil de seu público-alvo e trazer estratégias mais eficientes na hora de agregar valor às suas soluções. Dessa forma, você poderá oferecer serviços e produtos mais alinhados às necessidades de seus clientes e otimizar o relacionamento com seus consumidores.

Isso significa que essa prática tem impacto direto no atendimento ao cliente. Ao entender o comportamento, necessidades e dores de seu público, você poderá desenvolver novas práticas de abordagem muito mais positivas. Para isso, é possível utilizar dados de interações passadas com seus consumidores, como compras, reclamações e interação em redes sociais.

Com esses dados, é possível desenvolver campanhas de marketing direcionadas, personalizar o atendimento e identificar problemas recorrentes e aplicar as devidas melhorias. Dessa maneira, a empresa poderá proporcionar uma experiência aos clientes muito mais satisfatória e destacar a sua excelência perante as demais marcas concorrentes.

Maior eficiência no negócio

A inteligência de negócio proporciona a coleta e análise de dados em tempo real. Assim, é possível contar com informações confiáveis, controladas e apresentadas de forma integrada em um único ambiente. Portanto, na hora de traçar uma estratégia, não será necessário acessar vários bancos de dados para encontrar a resposta para suas dúvidas.

Com isso, o esforço e tempo necessário é muito menor, trazendo maior eficiência para as equipes e à gestão da empresa. Dessa forma, o BI traz maior produtividade ao dia a dia empresarial, além de melhorar significativamente os resultados obtidos.

Redução de erros e custos

Por fim, temos outro excelente benefício do BI que pode ser relevante para empresas de diferentes setores: a redução de erros e custos. O tratamento manual de dados é um método muito arcaico e que pode resultar em enormes falhas e, consequentemente, prejuízo para as organizações.

Ao contar com as ferramentas mais adequadas para esse processo, como uma plataforma de BI, é possível eliminar essa situação e trazer melhores resultados. Com isso, a empresa pode minimizar seus gastos consequentes de retrabalho e penalidades que trazem prejuízos.

Outro ponto importante é que as estratégias aplicadas corretamente também podem ajudar a empresa a aumentar a sua receita. Isso é possível devido ao aumento de produtividade, do crescimento de vendas e das tomadas de decisão mais eficientes.

Como aplicar o BI em diferentes setores?

A aplicação do business intelligence em uma empresa é realizada por vários profissionais especializados no processo. Inicialmente, temos o analista de dados. Ele é a pessoa mais ligada ao BI e irá utilizar os recursos disponíveis para obter novas abordagens e favorecer as tomadas de decisões na organização.

Enquanto isso, os profissionais de TI são os responsáveis pela manutenção da infraestrutura de BI. Eles também são peças valiosas para a eficiência da geração de dados contínuos. Por fim, temos o chefe de BI que é responsável pelo acompanhamento do trabalho e pelo aprimoramento de estratégias de negócio.

Dependendo do setor em que a empresa está inserida, é possível contar com profissionais para o BI em outros departamentos da organização. Assim, uma parte servirá como usuários ocasionais que têm contato apenas com uma parte do BI, enquanto outros serão mais avançados nesse processo.

Nesse caso, eles terão mais capacidade para desempenhar funções com grandes volumes de dados e a complexidade das informações. Os usuários ocasionais, em contrapartida, têm acesso apenas a uma parte desses dados e utilizam sistemas mais simplificados para desempenhar suas funções.

Veja, a seguir, um breve passo a passo para entender melhor como aplicar o business intelligence em seu negócio.

Procure apenas por dados de qualidade

Como toda tomada de decisão deve ser baseada em informações relevantes ao seu negócio, é fundamental garantir que os dados coletados sejam de qualidade e capazes de agregar valor aos seus esforços. Uma dica para determinar a relevância das informações é prestar atenção nas aproximações e estimativas que esses dados trazem sobre os fatos.

Quanto menor for, melhor a sua qualidade. Para alcançar esse parâmetro, existem boas ferramentas de monitoramento que são fundamentais para o sucesso do BI na empresa. Assim, é possível fazer uma coleta mais precisa e alinhada ao seu negócio e direcionar seus esforços com melhores resultados.

Tenha objetivos claros

Para o sucesso de seus resultados durante um planejamento, é crucial definir objetivos claros e reais para o seu negócio. Sonhar muito alto pode ser extremamente prejudicial ao seu negócio, Quando lidamos com dados, é necessário ter os pés no chão para traçar estratégias que façam sentido com o atual cenário onde a sua empresa está inserida.

Uma boa análise de dados requer objetivos traçados antecipadamente para orientar seus analistas de BI. Com isso eles terão como se basear em informações relevantes para as tomadas de decisão na hora de impulsionar o negócio.

Realize as mudanças a partir dos resultados obtidos

Ter um norte traçado é vital para o sucesso de seus processos de BI. Por isso, ao contar com dados relevantes para o negócio e ter estruturado todo o plano de ação, o próximo passo envolve a reação aos resultados. Isso significa que a empresa deve estar preparada para atuar prontamente antes que o cenário mude.

Os dados coletados indicam a situação atual do mercado, assim como o comportamento de seus clientes e de seus concorrentes. A demora, nesse caso, pode significar uma oportunidade perdida. Para isso, é crucial contar com um bom alinhamento entre os profissionais de BI e a gestão da empresa para assegurar os bons resultados.

Quais são as tendências de business intelligence?

Assim como a tecnologia, o business intelligence também evoluiu com o passar do tempo. Com os avanços tecnológicos, surgiram novas oportunidades para as empresas colocarem em prática suas estratégias de BI e maximizarem seus resultados. Conheça algumas das tendências para os próximos anos.

Análises preditivas e prescritivas

A análise preditiva no BI é um processo que tem como objetivo a extração de dados relevantes sobre o cenário atual com o intuito de prever possíveis probabilidades no futuro. Já as análises prescritivas buscam uma forma de enxergar oportunidades futuras e construir o caminho necessário para chegar nesse cenário.

Inteligência artificial

Hoje, o uso de inteligência artificial traz excelentes resultados nas mais diversas áreas do mercado. Essa tecnologia é uma forte tendência para o futuro do BI, possibilitando maior qualidade de processos que envolvem as tomadas de decisões. O machine learning também é outro ponto de destaque do uso da IA na coleta e análise complexa e precisa de dados.

Inteligência empresarial colaborativa

A gestão colaborativa é um ponto essencial para os bons resultados. Com isso, o uso de dados pode ser uma forma eficiente de otimizar os processos internos e trazer um ambiente capaz de contribuir para todos os profissionais na hora de otimizar a produtividade e desempenho dos setores da empresa.

Segurança das informações

O business intelligence envolve um delicado processo de coleta e tratamento de dados. Por isso, a segurança de informações é um tema extremamente importante para esse tipo de trabalho e que deve ser questão de debate entre os gestores das empresas.

Monitoramento da concorrência

Mais do que o autoconhecimento, para se destacar no mercado competitivo é fundamental também conhecer a sua concorrência. Nesse sentido, o BI é um recurso fundamental para conhecer a fundo as demais marcas competidoras, avaliar o que andam fazendo, o que tem dado certo e planejar suas estratégias em cima desses fatores.

Como pôde ver, o business intelligence é um conceito essencial para o sucesso de empresas no mercado. Com as ferramentas certas, é possível maximizar ainda mais seus resultados. Soluções como o SDP Retail, SDP Financial e SDP Health podem ser os diferenciais que o seu negócio precisa, em termos de Big Data e IA, para se destacar no mercado.

Que tal complementar sua leitura? Confira já a importância da qualidade das integrações em e-commerce!

Compartilhar esse conteúdo: